Táticas Online

De Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco no Brasil
Ir para: navegação, pesquisa



Os arquivos de documentos outrora secretos sobre o tabaco revelam que as empresas fumageiras vêm experimentando a internet como uma arma para o seu marketing há muitos anos.[1]. Como estas empresas enfrentam restrições à publicidade e ao marketing, existem evidências de que elas têm empregado, cada vez mais, a mídia online para passar suas mensagens.

Consulte a seção de Mídia Social (em inglês).


O boom da publicidade na internet

As indústrias conseguem se esquivar das restrições impostas a publicidade e ao marketing na mídia televisiva e em suas próprias embalagens. Atualmente, temos um novo campo de atuação das empresas fumageiras: a internet. Podemos citar inúmeros sites, perfis em redes sociais, como por exemplo, no Facebook entre outros recursos online, que servem para divulgação não só das empresas como de seus produtos e demais organizações que apoiam essa tipologia de indústria, que apresenta apenas malefícios para a saúde pública. Abaixo, segue alguns exemplos encontrados na internet:

  • Philip Morris Brasil - Santa Cruz - RS: Página no Facebook que divulga a indústria de tabacos Philip Morris, diálogos sobre venda de produtos fumageiros, eventos e itens diversos com a marca Philip Morris, por exemplo, canecas entre outros[2].
Caneca com a marca Philip Morris.
  • Rothmans International: Ex fabricante de cigarros, fundada por Luis Rothman, em 1890, foi adquirida pela British American Tobacco em 1999. Todavia, ainda é possível encontrar divulgação da extinta Rothman em mídias sociais[3].
  • Tabaco e Cia: Loja com ampla divulgação de produtos fumageiros na rede social Facebook. Apresenta Cachimbos, Narguiles e diversos tipos de fumo[4].
  • Fumante sim, e dai?: Página no Facebook, de cunho libertário, que apresenta inúmeras imagens de artistas famosos fumando ou de momentos em que o fumo é uma sugestão interessante: fumar enquanto degusta um vinho, quando acorda, antes de dormir, comentários pró tabaco entre outras postagens de incitação ao fumo [5].
Imagem encontrada na página Fumante sim, e dai, apresentando uma apologia do Estado Babá, como um governo que inibe diversos direitos, inclusive o dos fumantes. Entretanto, a página não apresenta o outro lado da moeda, que é demonstrar os efeitos nocivos do fumo.
  • Fumicultura: página no Facebook que apresenta notícias, vídeos e fotos sobre a cultura do tabaco[6].
  • Produtores de fumo: página no Facebook, criada em 13 de setembro de 2013, com fotos, notícias de jornais, vídeos, postagens de produtores de fumo e divulgação de competições, por exemplo, a maior folha de fumo da safra[7].
  • Souza Cruz: página no Facebook da indústria de tabacos Souza Cruz, contendo pouca informação sobre a empresa, apesar da mesma possuir cerca de 2600 "curtidas" de outros perfis. Além disso, a página virtual foi construída na categoria remédios [8].
  • Tabaco RS SC PR: página no Facebook dedicada a produtores e vendedores em geral. Apresenta fotos da produção de fumo e postagens de venda de aparelhos necessários para a produção[9].
  • Bridge Stehli: página eletrônica do artista, que desenha animais e nome de bandas de heavy metal nas caixas de cigarro. O título da coleção de caixas de cigarro desenhadas se chama smokémon, fazendo alusão a palavra smoke (fumaça) e émon, sufixo presente no título do desenho animado japonês Pokémon[10].
Exemplo de desenho da coleção Smokémon.
  • 2Smok: Página no Facebook da empresa de produtos fumageiros 2Smok, localizada em Portugal. Fundada em 1 de maio de 2011, tem por especialidade a venda de cigarros eletrônicos e diversos acessórios para o tipo de fumo em questão[11].

Os trollers

As pesquisas sobre o fenômeno dos trolls, sua ocorrência e influência, ainda estão em seus primórdios. Em novembro de 2011, o jornal britânico The Guardian e uma campanha no twitter #mencallmethings trataram da quantidade e da perversidade de mensagens eletrônicas odiosas (hate mail) que mulheres recebiam. [12]. Muitas outras mídias replicaram esta iniciativa. A revista Time, por exemplo, indagou: "O que faz com que a internet torne este tipo de comentários raivosos tão prevalentes?"[13].

A este respeito, ver também:

Notas e Referências

  1. DOWARD, Jamie; CAMPBELL, Denis. Tobacco companies accused of promoting cigarette brands online. The Guardian, Inglaterra, 10 out. 2010. Disponível em: http://www.theguardian.com/society/2010/oct/10/cigarette-firms-accused-promoting-online. Acesso em: 26 nov. 2014. Documento integral: PDF.
  2. PHILIP MORRIS BRASIL - Santa Cruz - RS [página eletrônica]. Rio Grande do Sul, [s.d.]. Disponível em: https://www.facebook.com/pages/Philip-Morris-Brasil-Santa-Cruz-Rs/1575637689315294?fref=ts. Acesso em: 2 fev. 2016. Documento integral: PDF
  3. ROTHMANS INTERNATIONAL [página eletrônica]. Disponível em:https://www.facebook.com/pages/Rothmans-International/166711036677087?rf=103709809667345#. Acesso em: 2 fev. 2016. Documento integral: PDF
  4. TABACO E CIA [página eletrônica]. Rio de Janeiro, 16 set. 1995. Disponível em: https://www.facebook.com/TabacariaTabacoeCia/info/?tab=page_info. Acesso em: 15 fev. 2016. Documento integral: PDF
  5. FUMANTE sim, e daí? [página eletrônica - Facebook]. [s.l.], 2011. Disponível em: https://www.facebook.com/Fumante-sim-e-da%C3%AD-281867858526297/info/?tab=page_info. Acesso em: 2 fev. 2016. Documento integral: PDF
  6. FUMICULTURA [página eletrônica - facebook]. [s.l.], [s.n.], 2013. Disponível em: https://www.facebook.com/fumicultura/timeline. Acesso em: 1 fev. 2016.Documento integral: PDF
  7. PRODUTORES de fumo [página eletrônica - Facebook]. [s.l.], 13 set. 2013. Disponível em: https://www.facebook.com/produtoresdefumo/timeline. Acesso em: 1 fev. 2016. Documento integral: PDF
  8. SOUZA CRUZ [página eletrônica - Facebook]. [s.l.], 2013. Disponível em: https://www.facebook.com/tabacosouzacruz/timeline?ref=page_internal. Acesso em: 1 fev. 2016. documento integral: PDF
  9. TABACO RS, SC e PR [página eletrônica - Facebook]. [s.l.], 2013. Disponível em: https://www.facebook.com/Tabaco-RS-SC-PR-581969158541721/timeline?ref=page_internal. Acesso em: 1 fev. 2016. Documento integral: PDF
  10. BRIDGE STEHLI [Animais e logos de bandas de metal em caixas de cigarro]. Bridge Stehli, [s.l.], [s.d.]. Disponível em: http://bridgestehli.com/index.php?/smokemon/. Acesso em: 2 fev. 2016. Documento integral: PDF
  11. 2SMOK - CIGARROS ELETRÔNICOS [página eletrônica]. [s.l.], [s.d.]. Disponível em: https://www.facebook.com/2SmokPT/?ref=br_rs. Acesso em: 15 fev. 2016. Documento integral: PDF
  12. LEWIS, Helen. What should we do about sexist abuse online? The Guardian, 7 nov. 2011. Disponível em: http://www.theguardian.com/commentisfree/2011/nov/07/abusive-sexist-comments-online. Acesso em: 26 nov. 2014. Documento integral: PDF.
  13. GIBSON, Megan. #Mencallmethings: Twitter Trend Highlights Sexist Abuse Online. Time, Estados Unidos, 8 nov. 2011. Disponível em: http://newsfeed.time.com/2011/11/08/mencallmethings-twitter-trend-highlights-sexist-abuse-online/#ixzz1vDup0AOY. Acesso em: 26 nov. 2014. Documento integral: PDF



PÁGINA PRINCIPALINÍCIO⬆︎